Posts Tagged ‘manifestação antimineração’

Atenas, 3 de junho de 2015: Mobilizações contra a extração de ouro em CalcídicaNeste post publicamos um chamamento a duas concentrações contra a extração de ouro em Calcídica, na quarta-feira, 3 de junho, em Atenas.

A atividade da empresa mineradora de interesses canadenses Ouro Grego (Elinikós Jrisós) teria que ter parado faz muito tempo. Porque é destrutiva, ilegal, sem benefícios sociais e sem o consenso da sociedade. Em vez disto, a empresa segue destruindo rapidamente o monte Kákavos. É óbvio que a empresa se aproveita de tudo para criar fatos consumados que tornaria inevitável a destruição de Calcídica. Ao mesmo tempo, mais de 350 lutadores são perseguidos, sendo a única acusação substancial contra eles sua resistência à lógica das “inversões a qualquer custo” e exerceram seu direito a proteger sua terra.

A responsabilidade desta situação recai no governo e no poder judiciário. Os juízes devem fazer justiça baseando-se na legislação, no interesse público social, e no senso comum da justiça, e não sobre a base dos interesses dos “investidores”. O governo tem que deixar de ser um espectador do crime que está sendo cometido, e deve assumir a responsabilidade política e moral que acarreta a destruição de toda uma região. Deve mostrar a vontade política adequada – e que antes das eleições havia ficado clara – de resolver de imediato esta questão de uma vez por todas. Read the rest of this entry »

Massiva manifestação antimineração obriga mercenários de empresa mineradora a antecipar saída de Atenas  Massiva manifestação antimineração obriga mercenários de empresa mineradora a antecipar saída de Atenas  Massiva manifestação antimineração obriga mercenários de empresa mineradora a antecipar saída de Atenas  Massiva manifestação antimineração obriga mercenários de empresa mineradora a antecipar saída de Atenas  Massiva manifestação antimineração obriga mercenários de empresa mineradora a antecipar saída de Atenas  Massiva manifestação antimineração obriga mercenários de empresa mineradora a antecipar saída de Atenas
Hoje, 16 de abril de 2015, Atenas se manifestou em solidariedade com a luta antimineração em Calcídica. Mais de 3.000 pessoas, a maioria anarquistas, antiautoritários e membros de grupos e partidos esquerdistas extraparlamentares, participaram da manifestação que aconteceu no centro de Atenas, alçando a voz contra a mineração de ouro no norte de Calcídica.

A concentração da manifestação foi realizada no pátio dos Propileus da velha Universidade, no centro de Atenas. Atualmente, o edifício neoclássico da velha Universidade abriga a Reitoria da mesma, que está ocupada há 18 dias por solidários com a greve de fome de alguns presos políticos. O edifício da Reitoria está sob o cerco policial já faz alguns dias.

A manifestação começou com confrontos entre policiais e ativistas que tentaram romper o cordão policial em torno do edifício da Reitoria (vídeo). Os manifestantes marcharam quase uma hora pelo centro, atravessando a praça principal de Síntagma (Constituição), onde o Parlamento está localizado, antes de retornar ao local da concentração, ali a maioria dos manifestantes se dispersou. Um pequeno grupo foi para o bairro vizinho de Exarchia, onde, por um tempo, surgiram confrontos entre este grupo e os policiais. Read the rest of this entry »

16 de abril de 2015: Atenas se manifesta contra a mineradora de ouro em CalcídicaNeste post publicamos o cartaz e o chamamento do Comitê de Solidariedade com Caldídica (de Ática) a uma manifestação anti-mineradora na sexta-feira, 16 de abril de 2015, em Atenas, contra a extração de ouro no noroeste de Calcídica. Ao mesmo tempo esta manifestação será uma resposta combativa à concentração de mercenários, valentões e de um punhado de mineiros que trarão à Atenas a empresa mineradora Ouro Grego (Elinikós Jrisós), filial da multinacional Eldorado Gold.

Continua de forma intensiva a destruição do bosque de Skuriés em Calcídica. Nós todos já temos uma ideia clara da catástrofe que está se realizando. Entretanto, o que vimos até agora é tão só uma pequena parte do que está sendo planejado com o fim de realizar um dos investimentos mais desastrosos das últimas décadas, o da mineração (extração) de ouro no nordeste de Calcídica. Sabemos também como conseguiram para chegar até aqui: Com licenças baseadas em dados falsos e com estudos fraudulentos. Com a corrupção e a chantagem de uma parte da comunidade local. Com a violência, a repressão e a perseguição aos que resistem. Com o consentimento de uma Justiça “cega”. E, por último, com o pleno apoio dos governos dos últimos anos.

Com tudo isto, a Eldorado Gold (empresa multinacional canadense), os que a apoiam e seus patrocinadores (protetores) políticos, pensaram que resolveriam o problema de forma permanente. E que poderiam proceder sem problemas à inversão desastrosa em Calcídica. Se equivocaram. Em parte por causa da mudança de política nos últimos meses, e muito mais por causa da luta tenaz da maioria dos habitantes da região, começaram de novo a espalhar o pânico e recorrer à repressão da pior maneira, pondo na frente os trabalhadores na empresa, tal como ocorreu faz uns dias na manifestação de 5 de abril: Fizeram concentrações contra as manifestações anti-mineradora, realizaram ações de violência, vários lutadores, habitantes da região, ficaram feridos, e aconteceram muitas agressões contra habitantes dos povoados vizinhos. E tudo isso outra vez com o respaldo da Polícia, e outra vez com a desinformação massiva dos canais televisivos dos contratistas, ou seja os canais televisivos que eles controlam. Read the rest of this entry »

Calcídica, 28 de dezembro de 2014: Manifestação contra a mineração de ouroChamado dos “Comitês de luta de Calcídica e Tessalônica contra a mineração de ouro” a manifestação do dia 28 de dezembro, em Skuriés, Calcídica, contra a instalação de uma mineradora de ouro na floresta do monte Kákavos, no noroeste da província.

Vamos continuar enquanto estiverem aqui, pararemos quando saírem

Enquanto cortarem árvores, enquanto construírem estradas, enquanto escavarem nossa terra, enquanto contaminarem nossas águas, enquanto os garimpeiros de ouro violarem nossa terra, enquanto a nossa luta é criminalizada, enquanto o Estado atropelar os nossos direitos, enquanto saquearem e levarem nossa terra, enquanto decidirem por nós, sem nós, enquanto a nossa vida for comprada e vendida na Bolsa, nós estaremos aqui…

Domingo, 28 de dezembro: Marcha a Skuriés, Calcídica

Nos reuniremos mais uma vez onde está sendo contaminada a água e o ar que respiramos, onde está sendo destruída a montanha e o futuro de toda uma região. Estaremos lá para defender a vida. Estaremos lá para parar impedir a destruição. Estaremos lá para respirar novamente nossas terras.

Desde Skuriés desejamos-lhe “Feliz Ano Novo” e liberdade. Read the rest of this entry »

Calcídica: Brutal repressão de massiva manifestação antimineradoraCalcídica: Brutal repressão de massiva manifestação antimineradoraCalcídica: Brutal repressão de massiva manifestação antimineradoraCalcídica: Brutal repressão de massiva manifestação antimineradoraCalcídica: Brutal repressão de massiva manifestação antimineradoraCalcídica: Brutal repressão de massiva manifestação antimineradoraCalcídica: Brutal repressão de massiva manifestação antimineradoraCalcídica: Brutal repressão de massiva manifestação antimineradora
Após as manifestações dos estudantes secundaristas, dos estudantes universitários, dos grevistas, dos lutadores sociais, e dos anarquistas, desta vez a guarda pretoriana do Regime reprimiu brutalmente a manifestação dos habitantes de Calcídica e dos solidários com sua luta contra a instalação de uma mineradora de ouro em suas terras.

No domingo, 23 de novembro de 2014, uns dois mil manifestantes chegaram em marcha ao monte Kákavos (primeiro vídeo), no lugar onde o Capital transnacional (a empresa mineradora multinacional Eldorado Gold e sua filial na Grécia chamada Ouro Grego) com o respaldo do Estado grego estão tratando de instalar uma mineradora de ouro, sem se importar nem um pouco com as consequências desastrosas desse projeto para a vida humana e o meio ambiente da província.

Os manifestantes que haviam chegado de todos os rincões do território do Estado grego se juntaram com os habitantes dos povoados da região aos pés da montanha (vídeo da caravana de carros). Em seguida começaram a marchar até o local das obras. Esta foi a primeira manifestação antimineração massiva após o verão passado, as perseguições e a repressão contra os habitantes da província, que dia após dia vêem o monte Kákavos sendo destroçado pela voragem capitalista. Read the rest of this entry »

Calcídica: Nova brutalidade policial contra manifestantes antimineradorasCalcídica: Nova brutalidade policial contra manifestantes antimineradorasCalcídica: Nova brutalidade policial contra manifestantes antimineradorasCalcídica: Nova brutalidade policial contra manifestantes antimineradorasCalcídica: Nova brutalidade policial contra manifestantes antimineradorasCalcídica: Nova brutalidade policial contra manifestantes antimineradoras
Na quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014, na localidade de Megali Panaguiá, ao noroeste de Calcídica, realizou-se uma manifestação de protesto contra a instalação de uma mineradora de ouro em Skuriés, a pouca distância da localidade. Concretamente, os/as manifestantes, que em sua grande maioria eram mulheres, bloquearam o caminho até o lugar em que o Estado grego e o Capital transnacional pretendem instalar a mineradora, para impedir o translado ilegal de contêineres a este lugar.

Em seguida a unidade antidistúrbios da Polícia grega atirou contra os/as manifestantes que estavam sentados/as no chão. Os mercenários das forças armadas do Regime se puseram a arrastar, pegar e insultar aos/as manifestantes, dizendo às mulheres que atirariam contra elas ainda que fossem suas mães… Chegaram a golpear inclusive a uma pessoa com insuficiência cardíaca e outros graves problemas de saúde, ainda que um familiar seu tenha informado de seu estado de saúde. Durante mais de meia hora, esta pessoa esteve tombada na rua, esperando que chegasse uma ambulância, apesar de que o centro de saúde mais próximo está a cinco quilômetros… Além dessa pessoa, duas mulheres ficaram feridas da surra que receberam. A Polícia deteve duas pessoas.

Esta nova brutalidade da Polícia em Calcídica vêm um dia depois de que o prefeito do município local, declarou que é possível que haja vítimas no caso em que nas próximas eleições municipais seja eleito um prefeito que se oponha às atividades mineradoras. Read the rest of this entry »

O terrorismo de Estado contra a luta contra a instalação de uma mineradora de ouro em Calcídica continua. Mais de um ano após a manifestação antimineração de 21 de outubro de 2012 em Calcídica, as autoridades judiciais perseguem um jovem de 15 anos de Komotini, por haver participado naquela manifestação. A seguir, um comunicado do local anarquista Utopia A.D sobre este caso.

Na quinta-feira, 5 de dezembro de 2013, uns policiais vestidos de civil chegam ao domicílio de um estudante secundarista na cidade de Komotini (Tracia, norte da Grécia) para entregar-lhe uma ordem judicial, segundo a qual teria que comparecer ante um juiz instrutor para testemunhar acerca de sua participação em uma manifestação antimineração na localidade de Skuriés, na província de Calcídica, em 21 de outubro de 2012.

Então havia saído um ônibus com gente de Komotini até Calcídica, depois de um chamamento dos habitantes da capital de Calcídica para participar na manifestação contra a instalação de uma mineradora de ouro em Skuriés. Antes que o ônibus chegasse a Lerissós, precisamente fora do povoado de Olimpíada, a polícia deteve o veículo para fazer um controle, registrando os dados de todos os passageiros e retendo a duas pessoas por posse de máscaras antigás. Read the rest of this entry »

Arquivo