Posts Tagged ‘feira do livro anarquista’

Informação sobre a Terceira Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a Terceira Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a Terceira Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a Terceira Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a Terceira Feira do Livro Anarquista em Patras
Texto informativo do Centro Social Auto-organizado Epí ta Proso, sobre a celebração da Terceira Feira do Livro Anarquista em Patras, de 26 a 28 de maio de 2016.

De 26 a 28 de maio de 2016 se celebrou no centro de Patras a 3ª Feira do Livro Anarquista, celebrada nos últimos três anos pelo Centro Social Auto-organizado Epí ta Proso. Durante três dias várias pessoas passaram pelo local celebrando o evento, entrando em contato com os livros anarquistas.

Como escrevemos no comunicado anterior “o objetivo do festival é colocar em destaque a riqueza das ideias anarquistas, antiautoritárias e libertárias, a difusão das propostas anarquistas na sociedade e em particular junto aos jovens da cidade, em uma época que prevalece a propaganda estatal contra aqueles que resistem de maneira auto-organizada e desde baixo, enquanto que o racismo, o canibalismo social e a fascistização parecem ser as únicas alternativas de uma sociedade em crise.

Ao mesmo tempo, em um período em que no seio dos movimentos de resistência se estão formando condições de depreciação da deliberação e aprofundamento político, acreditamos que a promoção da cultura de autoeducação, da exploração política e teórica, da conservação da memória social e de classe contra a cultura do anarquismo de estilo de vida e a transformação da política em um espetáculo cruel, constituem momentos particularmente importantes na direção à uma reorganização geral do movimento radical e revolucionário”. Read the rest of this entry »

Ioannina, 23-25 de junho de 2016: 10ª Feira do Livro Anarquista dos BálcãsA Feira do Livro Anarquista dos Bálcãs foi organizada pela primeira vez em Ljubljana (Eslovênia), em 2003. Desde então, ela vem ocorrendo quase todos os anos em diferentes cidades em toda a região dos Bálcãs. Depois de Ljubljana em 2003, os locais que se seguiram incluem Zagreb (Croácia), em 2005, Sofia (Bulgária), em 2008, Tessalônica (Grécia), em 2009, Zrenjanin (Sérvia), em 2010, Skopje (Macedónia), em 2011, Ljubljana (Eslovênia), em 2013, Mostar (Bósnia-Herzegovina), em 2014 e Zadar (Croácia), em 2015. Este ano, a 10º Feira consecutiva acontecerá em Ioannina, na Grécia, do dia 23 até o dia 25 de junho de 2016.

Além da disposição e troca de material impresso, o objetivo do evento é reunir pessoas e grupos de diferentes países que são ativos dentro das estruturas do movimento anarquista/antiautoritário/autônomo, e proporcionar-lhes a oportunidade de discutir sobre assuntos relacionados a socialização e lutas de classes, para a troca de ideias/práticas/métodos, com o objetivo final de estabelecer/reforçar laços de solidariedade entre os participantes.

Ultimamente, os países dos Bálcãs, tanto quanto os europeus do leste, começaram a ficar cada vez mais militarizados, sob o pretexto da urgência de controlar o “fluxo” de imigrantes e refugiados para a Europa. Enquanto isso, um solo fértil é pavimentado para o nacionalismo prosperar. É nesse ambiente em que a necessidade de comunicação e coordenação das estruturas que promovem a solidariedade internacionalista se torna mais urgente do que nunca. É nessa direção que desejamos que a Feira do Livro Anarquista dos Bálcãs contribua.

O movimento anarquista/antiautoritário/autônomo teve uma forte presença na cidade de Ioannina para mais de uma década, com a participação na luta antifascista, antimilitarista, da classe trabalhadora, social e estudantil. No centro da cidade, mas também no campus da universidade, vários grupos estão ativos e há vários squats e centros sociais. Read the rest of this entry »

af_bookfest1A seguir, publicamos um texto do espaço auto-organizado de Patras Epi Ta Proso sobre a terceira Feira do Livro Anarquista que acontecerá em Patras de 26 a 28 de maio de 2016, assim como o programa da Feira.

O texto:

“Os livros anarquistas são armas contra o totalitarismo moderno”.

A organização da Feira do Livro Anarquista em Patras era algo que vários companheiros e companheiras que participamos no espaço autogestionado “Epi Ta Proso” estivemos pensando em realizar durante muito tempo. O êxito e o balanço positivo – desde nosso ponto de vista – dos eventos do ano passado, nos conduziram a organizar a Feira do Livro Anarquista este ano pela terceira vez, com o fim de que seja consolidado como um evento de três dias, com debates, apresentações, exposições, atividades culturais…, e claro com o fim de que se divulguem os livros e as edições do movimento anarquista.

O objetivo do festival é pôr em destaque a riqueza das ideias anarquistas, antiautoritárias e libertárias, a difusão das propostas anarquistas na sociedade e em particular entre os jovens da cidade, em uma época em que prevalece a propaganda estatal contra os que resistem de uma maneira auto-organizada e desde baixo, enquanto que o racismo, o canibalismo social e a fascistização parecem ser as únicas alternativas de uma sociedade em crise. Read the rest of this entry »

Informação sobre a segunda Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a segunda Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a segunda Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a segunda Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a segunda Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a segunda Feira do Livro Anarquista em PatrasInformação sobre a segunda Feira do Livro Anarquista em Patras
“Uma Feira do Livro Anarquista em cada cidade”, informação e momentos da segunda Feira do Livro Anarquista em Patras.

No sábado, 30 de maio de 2015, tarde da noite, foi finalizada a segunda Feira do Livro Anarquista de Patras, realizada no pátio ao ar livre de Ésperos, na praça Georguíu.

No primeiro dia, quinta-feira, 28 de maio, foram celebrados dois eventos. O primeiro evento, organizado por grupos autônomos e trabalhadores da Universidade de Atenas, tinha que ver com o lançamento do livro “Desde a maré baixa até a maré alta e vice-versa”, relacionado com a luta grevista dos trabalhadores na Administração das universidades e escolas técnicas. O evento foi seguido por uma discussão sobre a conjuntura atual nas universidades e formas de auto-organização e participação nelas.

Na continuação foi exibido o documentário Koltavanej, que em língua indígena Tzotzil maia significa “libertação da escravidão”. A exibição foi seguida por uma apresentação da autora do documentário e membro da Sexta, a companheira Concepción Suárez, sobre as lutas das mulheres em Chiapas e os desafios para a libertação das mulheres. O evento foi realizado na Feira do Livro, como parte de uma série de eventos com o mesmo tema feito pela assembleia “Solidários e solidárias do espaço anarquista, antiautoritário e libertário” em Patras, Atenas e Berea. O primeiro dia terminou com um bar de apoio financeiro da Feira, com canções zapatistas. Read the rest of this entry »

Patras, 28-30 de maio de 2015: Segunda Feira do Livro AnarquistaNeste post publicamos um texto do espaço autogestionado de Patras Epi Ta Proso sobre a segunda Feira do Livro Anarquista que se celebrará em Patras de 28 a 30 de maio, assim como o programa da Feira.

O texto:

Segunda Feira do Livro Anarquista em Patras, de 28 a 30 de maio em Ésperos (praça Georguíu)

A organização da primeira Feira do Livro Anarquista em maio de 2014 em Patras havia sido algo que vários companheiros e companheiras que participaram no espaço auto-gestionado “Epi ta Proso” haviam pensado em realizar. O êxito e o balanço positivo – do nosso ponto de vista – dos eventos do ano passado, nos conduziram a repetir a organização este ano, com o fim de que a Feira do Livro Anarquista se consolide já como um evento de 3 dias, com debates, apresentações, exposições, atividades culturais… e claro, divulgar os livros e as edições do movimento anarquista.

O objetivo do festival é pôr em relevo a riqueza das ideias anarquistas, antiautoritárias e libertárias, a difusão das propostas anarquistas na sociedade e em particular aos jovens da cidade, em uma época na qual prevalece a propaganda estatal contra os que resistem de uma maneira auto-organizada e desde abaixo, enquanto que o racismo, o canibalismo social e a fascistização parecem ser as únicas opções de uma sociedade em crise. Read the rest of this entry »

Primeira Feira do Livro Anarquista: Os livros anarquistas são armas contra o totalitarismo modernoPrimeira Feira do Livro Anarquista: Os livros anarquistas são armas contra o totalitarismo modernoPrimeira Feira do Livro Anarquista: Os livros anarquistas são armas contra o totalitarismo modernoPrimeira Feira do Livro Anarquista: Os livros anarquistas são armas contra o totalitarismo modernoPrimeira Feira do Livro Anarquista: Os livros anarquistas são armas contra o totalitarismo modernoPrimeira Feira do Livro Anarquista: Os livros anarquistas são armas contra o totalitarismo moderno
A seguir, publicamos uma introdução informativa sobre os eventos realizados durante a Primeira Feira do Livro Anarquista, celebrada em Patras de 29 a 31 de maio de 2014. O texto foi publicado em grego na página web da Feira.

No sábado 31 de maio de 2014 a noite, terminou a Primeira Feira do Livro Anarquista celebrada em Patras e organizada pelo centro social autogestionado “Epi Ta Proso”. Desde quinta-feira, 29 de maio, em um dos pontos mais centrais da cidade esteve em funcionamento um dos focos de difusão das ideias anarquistas e libertárias mais vivas, que abarcou uma série de atividades com vários formatos (apresentações de livros, debates, projeções, eventos culturais, etc.).

Concretamente, na quinta-feira, 29 de maio, a partir das 17h (apesar do mal tempo) iniciou a feira do livro, de material impresso, e dos produtores de música independente. Pouco depois das 19h iniciou a apresentação da revista política Anarquismo Social, e em seguida teve lugar um debate muito interessante sobre a questão da organização do movimento anarquista, as formas e maneiras que ela pode tomar, assim como sobre a necessidade que hoje em dia a faz mais atual que nunca. Read the rest of this entry »

Patras, 29 a 31 maio de 2014: 1ª Feira do Livro Anarquista De 29 a 31 maio de 2014 será realizada na cidade de Patras a primeira Feira do Livro Anarquista. A Feira, organizada pelo centro social auto-organizado Epi ta Proso, acontecerá no espaço Ésperos, na praça Georgíu, no centro de Patras.

O tema principal da Feira é “Os livros anarquistas são armas contra o totalitarismo moderno”. Segundo o site da Feira (em inglês e italiano), seus objetivos são promover a riqueza das ideias anarquistas, antiautoritárias e libertárias, a divulgação das propostas anarquistas na sociedade e em especial entre os jovens, em uma época em que a propaganda estatal prevalece contra aqueles que resistem de uma forma auto-organizada e desde baixo, ao mesmo tempo que o fascismo, o canibalismo social e o racismo são apresentados como o único caminho para uma sociedade em crise.

Também, num momento em que dentro dos próprios movimentos de resistência estão sendo estabelecidas condições de desprestígio da deliberação e aprofundamento político, os organizadores da Feira acreditam que a promoção da autoeducação, da pesquisa teórica e política, da preservação da memória social e de classe contra o estilo de vida (life style) anarquista e a introdução da subcultura dos ultras na política, constituem questões particularmente importantes no caminho da reconstrução do movimento radical e revolucionário. Read the rest of this entry »

Arquivo