Posts Tagged ‘concentração antifascista’

Patras, 10 de dezembro de 2016: Anarquistas realizam concentração antifascista para anular evento neonaziA seguir, texto informativo do grupo anarquista de Patras Disinios Ippos (Cavalo Indomável) sobre a realização da concentração antifascista na cidade com o fito de anular um evento do partido neonazi Aurora Dourada.

No sábado, 10 de Dezembro de 2016, os nazistas do Aurora Dourada, desaparecidos da cidade de Patras nos últimos anos, trataram de realizar as escondidas um evento em seus escritórios com a presença do eurodeputado Epiditios, sem haver emitido nenhum comunicado relativo à realização do evento anteriormente. E isso porque na última vez que emitiram um comunicado antecipado, não conseguiram se aproximar de seus escritórios (ao mesmo tempo em que uns 2-3 deles ficaram presos em tais escritórios por várias horas), já que se realizou uma concentração antifascista em suas portas.

Assim que nos demos conta da concentração dos fascistas optamos por marchar até os escritórios do Aurora Dourada com a intenção de impedir a realização de seu evento. Quando nos aproximamos, um esquadrão das chamadas forças antidistúrbios nos bloqueou o caminho, protegendo mais uma vez os nazis assassinos. Alinhamos-nos diante dos policiais, gritando palavras de ordem e deixando claro que os fascistas são indesejados na cidade. Quase uma hora mais tarde, os fascistas saíram dos escritórios também sob a proteção dos policiais. Read the rest of this entry »

Kavala: Fascistas armados disparam para o ar e apontam arma para antifascistasNa quarta-feira, 25 de maio de 2016, na cidade de Kavala, ocorreu uma manifestação antifascista em resposta as recentes provocações dos fascistas nesta cidade. Em uma dela, durante uma ação antifascista, dois neonazis armados dispararam para o ar e um deles apontou sua pistola para os antifascistas. Um pouco antes haviam espancado uma garota antifascista.

Kavala, sábado, 21 de maio: os nazis da cidade aparecem no festival de dez dias da Escola Técnica de Kavala, onde mostram claramente suas intenções e destroem o carro de uma garota, que é companheira de um dos antifascistas posto sob a mira da arma dos fascistas, que naquele momento estavam no local onde se celebrava o festival. Desaparecem em seguida, pois tiveram o azar de haverem muitas testemunhas dessa bravata, ou seja, pessoas que naquele momento passavam perto do estacionamento.

Kavala, domingo, 22 de maio: enquanto os dois antifascistas postos sob a mira da pistola estavam assistindo ao festival, no porto da cidade vários antifascistas viram quatro dos invertebrados da cidade, os quais tomaram a lição que lhes corresponde, junto com seus veículos. Como puro bravateiros, incapazes de assumir a responsabilidade pelos seus atos, um deles, enquanto fugia, disparou descaradamente para o ar e apontou a arma para os dois antifascistas, os quais se detiveram de pronto. Desde então o doente delírio fascista não se limitou a este incidente, já que esses sujeitos covardes atacaram e lesionaram gravemente uma antifascista, que não duvidou em enfrentá-los. Os fascistas colocaram uma arma em sua cabeça e lhe davam tapas enquanto estava desmaiada e caída no chão. Quando alguns antifascistas se dirigiram ao local do incidente para ajudá-la, os dois dos fascistas (Triantáfyllos Alexandridis e Andreas Rigulis) fugiram, traídos pelos outros dois, gritando “daqui para frente sempre com armas”, brandindo a arma que um deles carregava. Read the rest of this entry »

Kavala: Neonazistas aparecem em manifestação antifascista usando seus filhos como escudo humanoKavala: Neonazistas aparecem em manifestação antifascista usando seus filhos como escudo humanoKavala: Neonazistas aparecem em manifestação antifascista usando seus filhos como escudo humanoKavala: Neonazistas aparecem em manifestação antifascista usando seus filhos como escudo humano
Na quarta-feira 25 de maio de 2016, cerca de 100 antifascistas participaram de uma manifestação antifascista na cidade de Kavala, informando aos moradores da cidade das agressões fascistas que aconteceram na cidade nos últimos dias. Durante o protesto os manifestantes desfraldaram uma faixa em uma rua principal, distribuíram um texto informativo e gritaram slogans antifascistas.

Alguns fascistas tiveram a ousadia de vir com seus filhos para o parque onde acontecia a concentração antifascista, a fim de provocar dessa maneira descarada os antifascistas. Não hesitaram em usar algumas crianças como escudo humano para impedir a reação antifascista contra eles, o que teria sido muito diferente se os neonazistas tivessem vindo sozinhos. Os antifascistas optaram por não atacar as poucas escórias nazistas que estavam ao lado a poucos metros do local da concentração, respeitando as crianças e não seus pais. É a primeira vez que os fascistas fazem isso de forma organizada em um evento público.

No dia da manifestação houve uma forte presença da Polícia em frente aos escritórios do partido neonazista Aurora Dourada, no centro da cidade, e no bairro em que vivem alguns dos principais executivos do partido, assim como no bairro da okupa libertária. Read the rest of this entry »

Concentração antifascista obriga a embaixada da Ucrânia a anular a celebração de evento fascistaConcentração antifascista obriga a embaixada da Ucrânia a anular a celebração de evento fascistaConcentração antifascista obriga a embaixada da Ucrânia a anular a celebração de evento fascista
Na sexta-feira 13 de maio de 2016 realizou-se uma concentração antifascista em Atenas, fora do edifício no qual se celebraria um festival fascista, cujo um dos organizadores era a embaixada da Ucrânia. Neste festival se faria uma propaganda fascista através da projeção de documentários a favor de Euro Maidan e do governo fascista da Ucrânia.

Um dia antes da celebração dos eventos fascistas, a embaixada da Ucrânia decidiu não realizar o festival no lugar onde estava programada sua celebração, e transladá-lo ao… sótão do edifício da embaixada. Também, cancelaram os debates programados. A razão pela qual tomou esta decisão foi a convocatória da concentração antifascista. A projeção dos documentários filo-fascistas no sótão da embaixada sem a presença de público equivale a sua anulação.

A concentração antifascista se realizou fora do lugar em que estava programada a celebração do festival fascista. A concentração foi sucedida por uma marcha pelo mesmo bairro, por uma ação de protesto na cafeteria na qual estava programada uma exposição de fotos de conteúdo semelhante. Read the rest of this entry »

Chamado da Organização de antifascismo combativo para uma concentração antifascista, em razão da celebração de um evento ucraniano fascista em Atenas.

Dois anos depois do massacre no edifício dos sindicatos de Odesa, em 2 de maio de 2014, vai ser projetado em Atenas o documentário intitulado “Euromaidan- Roughcut”, uma propaganda aberta do golpe de estado de Maidan. É um documentário que faz uma propaganda descarada do golpe de estado que fez ascender ao Poder o governo mais filo-fascista da Europa.

Nos “eventos” que durarão três dias está incluído um debate cujos participantes são Volodymyr Yermolenko, grande lutador contra o comunismo, a “jornalista” Tatiana Ogarkova, bem conhecida por sua conexão com os governos da Ucrânia e dos Estados Unidos, e Nikos Lygeros, conhecido por seus artigos, por dar aulas, generosamente e claro cobrando muito dinheiro, nas Academias do Exército e da Polícia, e por estar sempre disposto a apoiar a barbárie mais cruel. Read the rest of this entry »

Chamado da Assembleia da praça da Victoria para uma concentração antifascista na sexta-feira, 6 de novembro de 2015, por causa da realização de uma concentração fascista no mesmo lugar e na mesma hora.

Esta sexta-feira pela tarde o pequeno núcleo ultradireitista da praça da Victoria e de suas proximidades tentará de novo realizar uma concentração na praça. Desta vez, a bestialidade tem rasgos e ambições políticas: As propostas “contra a colonização de Atenas” e “contra os acampamentos (para refugiados e imigrantes) em Atenas” não são simplesmente estúpidas. Estão tratando de restabelecer a agenda ultradireitista/fascista em um marco mais amplo, de montar barricadas frente à solidariedade social, e de preparar um futuro que será uma réplica do passado mais obscuro.

Dá-se como certo que desta vez não veremos a este circo ambulante de umas poucas dezenas de pessoas idosas gritando “somos vizinhos”. Sabemos que desta vez fizeram um chamado mais amplo aos habitantes de bairros vizinhos, e que tratarão de consolidar sua presença na praça da Victoria e nas zonas próximas. Nunca subestimaremos a estupidez fascista (é invencível, inclusive quando tem acumulado só derrotas), mas é divertido que os fascistas pensem que este bairro esteja com medo e que vão alcançar algo. Equivocaram-se de lugar! Read the rest of this entry »

Informações sobre as concentrações antifascistas de 1º de novembroDuas concentrações antifascistas foram realizadas no sábado, 1º de novembro, nos bairros de Marusi e Neo Heraclion, no norte de Atenas. As concentrações foram realizadas simultaneamente a uma concentração convocada pela gangue neonazista Aurora Dourada no local onde um ano antes dois militantes neonazistas haviam caído mortos durante um ataque armado contra os escritórios (hoje fechados) deste partido neonazista.

Na concentração de Marusi participaram uns 500-600 antifascistas, em sua maioria anarquistas, antiautoritários e libertários. Na concentração de Neo Heraclion, realizada perto do local da concentração dos fascistas, participaram uns 150-200 antifascistas, em sua maioria membros de grupos esquerdistas extraparlamentares.

Nenhuma das concentrações antifascistas se transformou em passeata. Por outro lado, cerca de 250 fascistas marcharam até o cemitério de Neo Heraclion, onde estão enterrados os dois neonazistas que foram mortos no ataque armado. Lembramos que alguns dias atrás, a família de um dos dois mortos entrou com uma ação contra o Aurora Dourada solicitando que a gangue fascista pare de fazer uso do nome do morto para fins políticos, e que seja proibida de realizar concentrações em sua memória. Read the rest of this entry »

Texto da Rede Antifascista por Grécia, publicado em sua página web, chamando a uma concentração antifascista em Barcelona, em Barcelona, 18 de setembro de 2014: Concentração antifascista em memória de Pavlos Fyssas  um ano depois do assassinato em Atenas de Pavlos Fyssas por um batalhão de assalto da gangue fascista Aurora Dourada.

Na próxima quinta-feira, 18 de setembro de 2014, completa um ano do assassinato do artista Pavlos Fyssas (também conhecido como Killah P.) nas mãos de uma seção de assalto da organização neonazista Aurora Dourada.

O assassinato a sangre frio de Pavlos, ocorreu em frente de uma cafeteria no bairro operário de Keratsini, na presença da polícia que estava informada da emboscada planejada. O rapper Killah P. conhecido por seu ativismo antifascista foi atacado pelos fascistas que tentam se impor em todos os aspectos da vida social. Este foi o primeiro assassinato de um antifascista ativo que se soma aos numerosos ataques sangrentos que se fizeram nos anos anteriores pelos membros da organização neonazista. Até aquele momento os ataques haviam sido motivados principalmente pelo ódio racial e culminaram com o assassinato brutal do jovem Pakistaní Sejzat Lukman em 17 de janeiro de 2013. Em paralelo, já haviam feito numerosos ataques políticos contra centros ocupados, sindicalistas e membros de organizações da Esquerda.

Quando a burguesia se sente ameaçada, emprega o fascismo para conservar sua força e seus privilégios. O fascismo é uma ferramenta de desorientação da ira popular e das lutas sociais. Apesar de seu discurso populista, o Aurora Dourada apoia as decisões da classe dominante e do capital, tanto pela via parlamentar como dirigindo-se contra as lutas sociais, em excelente cooperação com as forças de repressão do Estado. Da mesma forma, na Catalunha, o Casal Tramuntana e em Madri o recém criado Local Social Ramiro Ledesma segue a mesma tática que o Aurora Dourada (banco de sangue, distribuição de alimentos só para espanhóis etc.) para conseguir a simpatia do povo. Read the rest of this entry »

Arquivo