Desde 12 de abril de 2017 está em andamento na praça principal de Atenas (Syntagma) a greve de fome de curdos que vivem em Atenas, em solidariedade com os 13 presos políticos curdos que estão em greve de fome desde 15 de fevereiro. Além disso, outros 174 presos políticos nas prisões da Turquia estão em greve de fome em solidariedade com a luta deles. Neste sábado, 15 de abril, vai acontecer em Atenas uma marcha à embaixada turca. Publicamos esta notícia como mínima mostra de solidariedade com a luta dessas pessoas tão sofridas. A seguir, o breve comunicado do Centro Cultural do Curdistão (em Atenas).

Como vocês sabem, neste momento estão sendo realizadas greves de fome em muitas prisões turcas pelos direitos dos presos e os direitos humanos dos povos da Turquia e do Curdistão, assim como para conseguir o fim do isolamento ilegal que foi imposto ao líder do povo curdo Abdullah Öcalan.

Nós, em solidariedade e protesto contra o governo fascista de Erdogan realizaremos uma greve de fome e uma manifestação na praça Syntagma (praça principal de Atenas). De quarta-feira, 12 de abril, das 10h às 21h, e cada dia (até sábado, 15 de abril) os participantes da greve de fome, assim como os curdos e os democratas que vivem em Atenas, estarão na praça Syntagma.

Nossa campanha de protesto será concluída neste sábado, 15 de abril, às 17h, com uma marcha à embaixada turca. Apelamos a todos e todas para apoiar a nossa luta.

Atenciosamente,

O Centro Cultural do Curdistão

Tradução: Agência de Notícias Anarquistas.

O texto em grego, castelhano.

Leave a Reply

*

Arquivo