A seguir, texto informativo da Organização de Antifascismo Combativo sobre a manifestação antifascista de 26 de abril no centro de Pireu, em razão da qual foi dissolvida uma concentração neonazi.

Na quarta-feira 26 de abril de 2017 a organização criminosa Aurora Dourada realizou mais uma tentativa lamentável de reaparecer nos bairros de Pireu. A concentração bateu o recorde da participação, com treze pessoas. A concentração fascista começaria às 15h30 (o chamado foi publicado 24 horas antes da concentração). Os fascistas apareceram na praça Koraí e permaneceram alguns minutos e fugiram às 13h quando chegaram os manifestantes antifascistas.

Uma vez mais o movimento antifascista mostrou reflexos incríveis, anulando uma tentativa mais de concentração pública dos neonazis. Ao mesmo tempo, no entanto, se revelou a total incapacidade organizativa da cúpula do Aurora Dorada, já que o “bastião” do Pireu conseguiu reunir uma dezena de imbecilizados.

Vale a pena assinalar que a concentração do Aurora Dorada havia sido convocada com o pretexto da participação do município de Pireu no projeto europeu “CITIGE: CITIzen and refuGEes”. Claro, o município participará neste projeto, no entanto, Aurora Dorada teve que inventar uma desculpa sobre um centro de internamento inexistente para desaparecer o quanto antes do centro de Pireu.

Claro, não deixamos de fixar-nos na atitude lamentável do prefeito Móralis, que teve uma reunião com os nazis, acusados de delitos graves, e tratou de entabular conversação com eles, sobre a base de sua agenda xenófoba e racista.

Tradução: Agência de Notícias Anarquistas.

Fonte e mais fotos: https://ormantifa.wordpress.com/.

O texto em castelhano.

Leave a Reply

*

Arquivo