As forças repressivas do Regime seguem sendo fiéis ao fascismo. Demonstram-no diariamente e demostraram uma vez mais os resultados das eleições gerais de 20 de setembro. Como escrevíamos em outros de nossos posts relativos ao tema, não nos surpreende a atitude eleitoral dos mercenários da guarda pretoriana do Regime. É bem conhecida e documentada a inter-relação entre a Polícia grega e os fascistas. Tampouco temos ilusões sobre o papel histórico das forças repressivas do Estado.

Depois das eleições de maio de 2012 e as eleições europeias de maio de 2014, nas últimas eleições quase a metade dos policiais que votaram em certos centros eleitorais de Atenas, votaram massivamente nos fascistas neonazis de Jrisí Avgí (Aurora Dourada). Os dados que seguem procedem de dez centros eleitorais em Atenas, nos quais votou uma boa parte dos policiais das delegacias e da Direção Geral de Polícia de Atenas.

Nestes centros eleitorais as porcentagens do bando fascista Aurora Dourada nas últimas eleições foram as seguintes (entre parenteses as respectivas porcentagens nas eleições de janeiro de 2015): 15,94% (15,04%), 16,94% (14,37%), 14,81% (13,03%), 12,12% (7,63%), 15% (12,67%), 11,47% (9,45%), 14,18% (10,58%), 16,24% (10,73%), 13,68% (9,68%), 11,74% (8,54%). Na zona eleitoral a qual pertencem estes centros eleitorais a porcentagem do Aurora Dourada chegou a 6.91%. Nas eleições de janeiro de 2015 havia chegado a 7,05%. A nível nacional a porcentagem deste bando criminoso chegou em setembro de 2015 a 6,99% e nas eleições de janeiro de 2015 a 6,28%.

Notamos que em ditos centros eleitorais não votaram só policiais. Em cada um destes votam de 500 a 600 pessoas. A porcentagem dos policiais entre estas pessoas oscila entre 20% e 40%. Quando os policiais não votavam nestes centros eleitorais, as porcentagens do Aurora Dourada eram notavelmente mais baixos. Por exemplo, no primeiro dos centros eleitorais anteriormente mencionados, nas eleições de 2012 o Aurora Dourada conseguiu 6,32%, no segundo 4,47%, e no quinto 6,57%.

O texto em castelhano.

Leave a Reply

*

Arquivo