Manifestantes incendeiam pedágio nos arredores de AtenasManifestantes incendeiam pedágio nos arredores de AtenasManifestantes incendeiam pedágio nos arredores de AtenasManifestantes incendeiam pedágio nos arredores de Atenas
Esta tarde [9 de fevereiro] mais de 500 habitantes da província de Atenas Ática, incendiaram uma parte dos pedágios de Malaska, nos arredores de Atenas. Estes são os primeiros dos inumeráveis postos de pedágio localizados na estrada entre Atenas e Tessalônica. O incêndio destes pedágios vêm uns dias após dos novos aumentos na tarifa de muitos pedágios nas duas estradas nacionais que saem de Atenas até o norte da Grécia e o Peloponeso, assim como da instalação de mais postos nestas duas estradas.

Antes de queimar os pedágios, os manifestantes tiraram deles a uma empregada que se encontrava dentro de um pavilhão (casinha), que uns minutos mais tarde iria destruir-se. Depois de incendiar uma boa parte deste pedágio, os manifestantes, gritando lemas contra o governo e sua política, se dirigiram aos próximos pedágios da mesma estrada, na aldeia de Afidnes, onde procederam a outra ação, levantando as barras e deixando passar os carros sem pagar, durante mais de meia hora (fotos 1 e 2).

A situação com os inumeráveis pedágios nas autopistas, autovias e inclusive nas péssimas estradas nacionais é inqualificável. O Regime têm entregado as estradas a uma corja de contratantes depredadores, modificando a legislação e convertendo a falta de pagamento do pedágio e qualquer concentração de protesto em suas proximidades em delitos do código penal. Estes depredadores pois, gozando do respaldo do Estado, se portam como uns déspotas, instalando pedágios a cada 20 quilômetros, aumentando sua tarifa quando lhes dá vontade, e contratando até aos policiais para que detenham imediatamente aos que não paguem os pedágios por cuja exploração se têm forrado.

Esta ação dos habitantes de Ática constitui uma ação de contraviolência contra a violência que o Estado e o Capital exercem diariamente, sugando o sangue do povo grego e conduzindo sem escrúpulos a milhares de pessoas à indigência. Esta ação do incêndio dos pedágios nos arredores de Atenas é uma ação de dignidade, na qual, entretanto, têm que ser sucedida por outras ações de contraviolência diretas semelhantes, bem organizadas e coordenadas.

O texto em castelhano aqui. Informação em inglês aqui.

Leave a Reply

*

Arquivo